• Em-motion

Entrevista com Camila Alves

Saiba um pouco sobre a trajetória da nossa especialista em gestão do aluno


Início da carreira


Camila, como a grande parte dos jovens ingressou na faculdade aos 17 anos, escolhendo o curso de engenharia (FEI), por conta de sua facilidade com a ciências exatas.

Viu na engenharia civil, a junção de seus interesses, já que adorava programas de tv sobre reformas, construções e decoração.

Motivada pelos estudos e em busca de seu crescimento, deu início ao seu primeiro estágio em uma construtora. Logo, viu as novas dinâmicas que se são colocadas ao estagiar e estudar.

Próximo a conclusão de seu curso, surgiu o medo de não ser efetivada. Mas, isso logo passou pois continuou buscando seu aprimoramento e foi efetivada primeiramente como Assistente de Engenharia e meses depois como Engenheira I.

Camila ainda relembra de uma história especial em que estava trabalhando em uma obra perto da casa de sua avó, onde seus familiares ao passarem por ali falavam "a Camila está construindo essa torre".


Transição de engenheira à empreendedora


Ao finalizar essa obra em 2016, Camila começou a questionar sua carreira e não sentir o mesmo prazer do início, já que não conseguia expressar sua criatividade no ambiente que estava.

Desta forma, em 2017 foi em busca de novos caminhos. Abriu seu primeiro negócio digital, uma lojinha online junto com sua amiga Íris Chagas. Revendendo produtos voltados para decoração, e assim alcançado o prazer que te motivava. Logo, começou a ter uma visão tanto para fotografia e arte, quanto para o empreendedorismo.


Como se integrou a Em-motion?

Em 2018, já conhecendo a Mabel e o Lucca, Camila é convidada a escrever alguns textos para a Em-motion. Já que se familiarizou com o projeto e tinha afinidade quanto aos assuntos estudados. Unindo suas forças ao time e ganhando amigos que compartilhavam de seus interesses sobre música, arte, fotografia, filosofia, negócio e psicologia.


Projetos paralelos


Hoje, Camila além de cuidar da gestão dos alunos, organização de processos e desenvolvimento dos cursos, desenvolve juntamente com a Mabel um projeto voltado para as mulheres. O ElaFlui que tem como objetivo conectar as mulheres umas às outras em seus projetos e negócios, mas principalmente conectá-las a si mesmas. Camila se intitula, como apaixonada pela arte e está sempre rodeando algum assunto que se conecte à sua essência. Faz aulas de ballet, dança contemporânea, e tem seus estudos particulares e experiências com fotografia e vídeo.


Importância da educação

Camila declara: “Para mim, em todo esse processo, a única coisa que nunca mudou foi a minha busca pelo conhecimento. A educação tem o poder de nos transformar e de nos tornar donos de nós mesmos.”

E não deixa de agradecer aos mestres que passaram pela sua história até o momento. Em especial sua tia Marly, professora de Língua Portuguesa, que sempre a inspirou com sua fé nos alunos e seu prazer em ensinar.

Finaliza a entrevista, citando Huberto Rohden que explica muito claramente o que é a educação para ela:


“A verdadeira educação, porém, tem por fim plasmar o caráter do educando, torná-lo melhor como ser humano, e não apenas mais hábil como conquistador de objetos impessoais em torno dele. - Pode a instrução adestrar o homem na velha política e diplomacia de acumular “matéria morta” ao redor de si – a educação ensina ao homem a nobre filosofia de criar valores vivos dentro dele mesmo.”

40 visualizações