• Em-motion

O Mercado Só Está Saturado Para Quem Não Conhece o Poder do Sub-nicho

Atualizado: 10 de Mai de 2019

#mercado #nichodemercado #subnicho #publicoalvo #segmentacao



Ganhar dinheiro amando seu trabalho e gerando valor. Seria o seu sonho? Se você leu nosso artigo sobre Empreendedorismo Consciente sabe do que estou falando aqui.


Talvez você já esteja até dando início ao seu novo negócio, e portanto, esteja na hora de definir o seu mercado de atuação.


Afinal, você não quer ser surpreendido por uma concorrência que não seja capaz de superar, ou até mesmo um mercado frio com pouca movimentação.


Se um dos conceitos do Empreendedorismo Consciente é ganhar dinheiro, um estudo cuidadoso do seu mercado pode ser decisivo para alcançar esse objetivo.


E como o Empreendedor Consciente ama aquilo que faz, talvez você esteja pensando “Mas já tem tanta gente vendendo e falando sobre isso. Eu amo esse assunto, mas será que é um bom negócio?”.


É por isso que hoje eu vou mostrar pra você, através desse artigo, porque você não precisa desistir do seu mercado e sim procurar um nicho e sub-nicho que ainda não estão sendo atendidos dentro dele.





Nesse artigo você verá:


Mercado

Análise de cenário

Perfil dos fornecedores e concorrência

Perfil dos consumidores

Nicho

Sub-nicho

Reflexão





Vamos começar pelo Mercado?



De acordo com o dicionário da língua portuguesa, um mercado caracteriza-se por qualquer situação em que compradores e vendedores em potencial entram em contato.


Ou seja, um mercado reúne pessoas interessadas em um mesmo assunto tanto para vender quanto para comprar.


No caso da comercialização de Infoprodutos, podemos citar diversos mercados, dentre eles:

  • Saúde e Bem estar

  • Idiomas Estrangeiros

  • Gastronomia

  • Beleza

  • Moda

  • Educação

  • Fotografia

  • Mercado Financeiro


Na criação do seu Infoproduto você deve identificar a qual mercado ele pertence.


Muito provavelmente a confecção partirá de algum assunto que te encanta e que te dá prazer, o que é ótimo.


Afinal, o Empreendedor Consciente trabalha com aquilo que ama.


Além disso, o seu Infoproduto deve estar alinhado com o seu propósito de vida e gerar valor para o mundo, o que caracteriza o segundo pilar do Empreendedorismo Consciente: geração de valor.


Mas com certeza você tem mais de um assunto que se enquadra nos dois requisitos acima, e nessa fase é importante colocá-los na balança para avaliar qual deles tem potencial para suprir o terceiro pilar do Empreendedorismo Consciente: a liberdade financeira.


Para que o seu produto seja capaz de proporcionar a sua liberdade financeira, um estudo detalhado do mercado é essencial.


Alguns dos aspectos a serem avaliados em cada mercado são:



  • Análise do cenário;

  • Perfil dos fornecedores e concorrência;

  • Perfil dos consumidores.




Análise do Cenário


Você pode começar analisando o cenário atual. Algumas perguntinhas podem te ajudar nessa etapa:




1) Quantas pessoas já estão atuando nesse mercado?


Buscar informações sobre as ofertas disponíveis. Quantas são e quais são as empresas que já atuam nesse mercado.



2) Este mercado está em crescimento, tem perspectiva de crescer?


Buscar pesquisas com informações sobre o crescimento do setor até os dias de hoje e sua projeção de crescimento futuro.



3) Houve algum acontecimento social que impulsionou a procura por esse mercado? Esse mercado é dependente desse acontecimento ou tem autonomia?


Às vezes, alguns acontecimentos sociais podem influenciar a procura por determinados produtos, e isso pode dar a sensação de que aquele mercado é promissor. Mas vale uma pesquisa mais detalhada nesse caso, para se certificar de que não é uma onda passageira.





Perfil dos Fornecedores e Concorrência



Tão importante quanto conhecer o cenário é conhecer o perfil de quem já está atuando no mercado e avaliar sua possível concorrência.


Buscar conhecer cada fornecedor:


  • Quais garantias ele oferece;

  • Quais os prazos com que ele trabalha;

  • Seus valores;

  • A qualidade de seu produto.


Dessa forma, fica mais fácil identificar os pontos que podem ser melhorados e trabalhar seu produto visando uma melhoria na entrega ao cliente.


Afinal, o objetivo é sempre entregar um produto com a máxima qualidade.





Perfil dos Consumidores



O segredo do sucesso: conhecer o seu cliente. Se você conhece seu cliente e sabe do que ele precisa, fica muito mais fácil entregar um produto de qualidade.


As pessoas não compram produtos, compram a transformação que eles causam na vida delas. E se você pretende gerar essa transformação, trate de conhecer muito bem o seu cliente.


Nesse momento você está colhendo informações que serão utilizadas posteriormente para a definição do seu Avatar.


Você deve buscar as seguintes características:


  • Geográficas: país, estado, bairro, região;

  • Demográficas: idade, sexo, profissão, nacionalidade;

  • Psicográficas: personalidade, estilo de vida;

  • Comportamentais: o quanto seu público conhece sobre o mercado, onde buscam informações, como interagem com os fornecedores;


Depois de realizar essa pesquisa, você perceberá que dentro de um mesmo mercado existem pessoas procurando por soluções diferentes.


E cada solução dessas é um Nicho de um mesmo Mercado.


Alguns exemplos de mercado e seus respectivos Nichos são:


  • Saúde e Bem Estar: alimentação, atividades físicas, medicinas alternativas;

  • Mercado Financeiro: investimentos, educação financeira;

  • Beleza: maquiagem, penteados, cosméticos, receitas caseiras;

  • Idiomas Estrangeiros: inglês, espanhol, francês, alemão;

  • Moda: estilo, tendências, Low fashion, moda consciente.


E se você deseja fazer sucesso dentro de um mercado competitivo, com uma série de segmentações, você deve encontrar o seu lugar em um Nicho desse mercado.





Nicho



Depois do estudo de mercado deve ter ficado mais claro o que são os Nichos. Mas a pesquisa não para por aí.


Se existem diversos Nichos dentro de um mesmo mercado, é preciso entender qual deles se identifica melhor com o seu produto e analisar mais de perto seu comportamento.


Os quesitos são praticamente os mesmos, estudar em qual condição se encontra o nicho que você pretende atuar analisando a quantidade (e a qualidade) de oferta e de procura.


Com relação a qualidade é mais simples ainda do que estudar o seu mercado, afinal, agora você está estudando uma parcela menor, uma fatia do mercado todo.


É interessante buscar informações sobre o seu cliente, suas necessidades e seu perfil comportamental. Bem como o tipo de produto que está sendo ofertado e se ele atende a todas essas características do cliente.


Sobre a quantidade, se houver muita procura e pouca oferta, este nicho é ótimo para se iniciar um novo negócio. Afinal, existem muitas pessoas querendo comprar e poucas vendendo, portanto, um grupo a ser suprido.


Agora pode ser que esse nicho já esteja saturado, ou seja, um nicho com muito mais oferta do que procura.




E se for esse o caso, como na situação 3, não há com o que se preocupar. Tampouco com a situação 2 onde existe muita procura, mas também muita gente já ofertando.


Você só precisa encontrar, dentro desse nicho, qual é o sub-nicho específico de pessoas que não estão inteiramente satisfeitas com o que está sendo ofertado.


Pessoas com necessidades mais específicas do que o próprio nicho atende.


Nas situações 02 e 03 do quadro acima você não precisa mudar de mercado, e sim, encontrar o Sub-nicho que ainda pode ser trabalhado dentro dele.


Afinal, quanto mais específico for o seu público, mais fácil de estudá-lo e compreendê-lo.

Grandes empresas começaram atuando em pequenos nichos.


É o exemplo da Amazon e também da Marriott (Hotéis e Resorts). E algumas outras encontraram nos seus Nichos grandes oportunidades, como os clubes de assinatura de vinhos.





Sub-nicho



Chegando então ao Sub-nicho você já deverá saber exatamente como se comporta essa parcela do mercado e por que ela não está sendo atendida pelos grandes concorrentes.


O Sub-nicho reúne um grupo de pessoas de um mesmo Nicho de Mercado, porém com necessidades ou características mais específicas.


Lembra da pesquisa sobre o perfil dos consumidores lá no estudo de mercado? Aqui no sub-nicho ela é essencial, pois a partir dela você definirá o seu Avatar, a personificação do público que compõe o seu sub-nicho.



Aí, é partir para a ação e iniciar a confecção do seu Infoproduto totalmente voltado para essa fatia de mercado.



Dentre as vantagens de se trabalhar em um Sub-nicho podemos citar:


  • Poder ofertar um produto exclusivo que atenda às necessidades do seu cliente;

  • Conhecer profundamente o seu cliente;

  • Poder realizar campanhas de marketing de conteúdo direcionadas;

  • Certificar-se de que todo o dinheiro investido em marketing está sendo direcionado à futuros compradores do seu Infoproduto;

  • Criar um relacionamento com o cliente de maneira mais direta;

  • Não concorrer diretamente com grandes empresas e dessa forma poder ter mais controle sobre o valor de sua oferta;

  • Maior taxa de conversão em vendas.


Agora, pode ser que você esteja se perguntando: “Mas para falar com um Sub-nicho tão específico assim eu preciso ser um especialista no assunto”, e nesse caso, eu te apresento aqui os dois tipos de especialista.



  • O "Especialista Certificado": aquele que se graduou em determinado assunto, ou fez cursos de aperfeiçoamento que o possibilitam falar com propriedade sobre o tema. Ele constrói sua autoridade baseado em sua formação acadêmica e todo conhecimento que adquiriu ao longo dos anos.


  • O "Especialista Empírico": aquele que usa de suas experiências pessoais para ajudar aos outros. Ou seja, pessoas que passaram por algum tipo de experiência e conseguiram obter resultados satisfatórios, superando os obstáculos. Cria sua autoridade baseado em dados reais, de soluções que funcionaram em sua própria vida .



Em ambos os casos, seu papel com o Infoproduto é prover soluções, ajudar as pessoas a resolverem seus problemas.


Tornar-se autoridade no assunto seja através de seus estudos ou de suas experiências.


O que realmente importa, é a sua capacidade de apresentar soluções!



Reflexão


Agora que você já aprendeu o que é um Mercado, seus Nichos e Sub-nichos, aposto que seu trabalho na confecção de seu Infoproduto será muito mais eficiente


As pessoas querem ser encantadas com uma solução, e não convencidas a comprar um produto que muitas vezes não atende às suas necessidades.


Conhecer bem o seu Sub-nicho te dá a chance de encantar o seu cliente e torná-lo um super fã.


Portanto, mãos à obra.


Não esqueça de contar aqui nos comentários o que achou.


A Consciência cria. O Empreendedorismo transforma.


Camila Alves para Em-motion.





642 visualizações